“Fragility Re-search”  |   Da transformação à metamorfose

 

O projeto "Fragility Re-search" visa explorar o conceito de “fragilidade”, sem recorrer aos caminhos mais previsíveis da figuração.

A abordagem conceptual ao tema conduziu-me à escolha de materiais leves e de aparência delicada (papéis diversos) bem como à utilização de utensílios de raspagem, ao invés dos materiais riscadores habituais.

Esta “fustigação” do próprio suporte permitiu-me representar e interrogar a identidade e a materialidade das “coisas”, despertando em mim, a necessidade de testar a fragilidade e efemeridade da “matéria” através da manipulação do fogo.

Neste processo (embora de difícil controlo), exploro os diferentes graus de vulnerabilidade do material, e tiro partido das várias camadas fragilizadas que o compõem, bem como da matéria efémera que é acrescentada durante todo este processo (a fuligem).

A queima passou desta forma, a ter um papel relevante no meu trabalho, uma vez que é uma ação indispensável na busca da transformação da materialidade na sua metamorfose.

Uma condição inerente à concepção deste trabalho prende-se ainda com a procura da simplicidade e da sofisticação (no sentido da excessiva subtileza) – do que considero ser a “Essência” do tema.

Deste modo a opção da utilização de uma paleta de cinzas onde as cores binárias - branco e preto, se destacam, são símbolos dos diferentes tipos e graus das fragilidades humanas.

Também a utilização de formas geométricas simples, bem como a apresentação e conservação (no interior de uma caixa de acrílico transparente) apoiam e intensificam a carga plástica da intervenção.